Skip to content

Emmy Recap – 3ª Parte

12 12UTC setembro 12UTC 2009

Agora eu vou ter que correr, pois é, o Emmy já está na porta, e eu ainda estou na 3ª parte, e ainda tem a histeria de Fall Season. Ou seja, “Run, Vinicius, Run…”. Nessa terceira parte, Damages e Flight of the Conchords. Run!

Damages:

damages

2×01 – I Lied, Too clip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×02 – Burn It, Shred It, I Don’t Care clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×03 – I Knew Your Pig clip_imageclip_imageclip_image

2×04 – Hey! Mr. Pibb clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×05 – I Agree, It Wasn’t Funny clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×06 – A Pretty Girl in a Leotard clip_imageclip_imageclip_image

2×07 – New York Sucks clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×08 – They Had to Tweeze That Out of My Kidney clip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×09 – You Got Your Prom Date Pregnant clip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×10 – Uh Oh, Out Come The Skeletons clip_imageclip_imageclip_image

2×11 – London, of Course clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×12 – Look What He Dug Up This Time clip_imageclip_imageclip_image

2×13 – Trust Me clip_imageclip_imageclip_imageclip_image

Média: 8,2

*                              *                              *

O Pior Episódio: Uh Oh, Out Come The Skeletons

damages1Sou um fã de carteirinha de qualquer coisa que tenha suspense, e que prenda o telespectador em toda a mitologia da coisa, ou seja, achei a 1ª temporada de Damages a melhor coisa do ano passado. Cheguei até a pensar que Damages seria minha nova Sopranos. A realidade é que a 2ª temporada chegou, e para minha decepção, os episódios ao invés de prenderem nos detalhes, jogou encima do meu cérebro mil e uma informações esparsas e desconexas, que no final tinham uma resolução simplória demais. Foi assim na temporada inteira, e esse 10° episódio é uma obra que expressa toda a minha indignação. A história sem sal do povo do FBI, Ellen sendo enganada por tudo e todos, o chato do Wes, além do verdadeiro pastel de vento que foi a última cena, já que, hello, Patty não iria morrer. Uma pena.

O Melhor Episódio: New York Sucks

uncle peteComo eu disse, o melhor de Damages está nos detalhes. Os detalhes do assassinato da mulher de Daniel Parcell, os detalhes do acordo entre Daniel e Claire Maddox, e até os percauços do marido de Patty foram acertos na temporada. Mas nenhum conseguiu alcançar o nível dramático como os “detalhes” que fizeram do Uncle Pete o personagem mais imponente de toda a história. A sua devoção à sobrinha Patty Hewes é colocada contra a parede pelos agentes do FBI, resultando em um conflito moral de extrema grandeza, desde os momentos em que ele passa com a mulher terminal, até a decisão de tomar os remédios goela abaixo. Mesmo que ainda tenha sobrado espaço para a trama vazia envolvendo Patty e Ellen, o episódio foi do Uncle Pete, e graças a ele, o melhor da temporada.

*                              *                              *

Flight of the Conchords:

flight

2×01 – A Good Opportunity clip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×02 – A New Cup clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×03 – Tough Brets clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×04 – Murray Takes It to the Next Level clip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×05 – Unnatural Love clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×06 – Love is a Weapon of Choice clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×07 – Prime Minister clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×08 – NewZealand Town clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×09 – Wingmen clip_imageclip_imageclip_imageclip_image

2×10 – Evicted clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

Média: 9,2

*                              *                              *

O Pior Episódio: Wingmen

fotc-wingmenClassificar esse episódio como ruim é um pecado, já que a série conseguiu superar até a ótima primeira temporada, chegando a um patamar de comédias que ficam na memória, só para lembrar da HBO, para mim, Flight of the Conchords já pode ser considerada uma nova Extras. Esse episódio, só mostrou um ponto negativo: a atendente da pet shop, que foi praticamente sucumbida pela atuação primorosa de Bret McKenzie. Um ótimo episódio, mas na temporada, foi a trama mais fraca.

O Melhor Episódio: Prime Minister

fotc-primeministerUm episódio perfeito de Flight of the Conchords para mim nem precisa ter uma música perfeita. A melhor música da temporada para mim, foi tocada em “Love is a Weapon of Choice”. O que me impressionou nesse episódio foi as atuações, e lógico, o roteiro, em especial do (agora) lembrado pelo Emmy, Jermaine Clement, e do engraçadíssimo Brian Sergent, o primeiro ministro da Nova Zelândia, que cria aquele choque de cultura que todos os americanos têm com neozelandeses (ou seriam australianos?), sem soar clichê, nem forçado. Suas cenas com Rhys Darby são para ficar na memória como uma das melhores duplas que um episódio de TV já viu. E se já não bastasse essa participação, ainda tivemos Mary Lynn Rajskub como uma fã de Garfunkel. Hilário, e memorável.

Anúncios

From → Sem categoria

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: