Skip to content

Glee, The Office, IASIP e Bored to Death:

1 01UTC outubro 01UTC 2009

glee-episode-4-preggersGlee 1×04 – Preggers (Jane Lynch, Chris Colfer): Depois desse episódio, a única comparação viável que eu consigo imaginar para “Glee”, é que a comédia é um misto de livros de auto-ajuda, misturado com um enredo de novela. Não levem para o lado pessoal, mas ver um time de futebol americano dançando “Single Ladies” e quebrando vários paradigmas, um jovem que assume sua homossexualidade evidente ao pai quebrando vários paradigmas, e um professor de música rejeitando um talento vocal por uma simples lição de vida, às vesperas de um campeonato quebrando vários paradigmas, soa tão, mas tão poetizado, que depois do fim do episódio só consegui imaginar a cena de Ryan Murphy apostando com algum Ari Gold dos estúdios da FOX que conseguiria revolucionar o estilo de narrativa das séries teen, sem destoar do gênero, a solução: adaptações de músicas famosas que grudam. Por fim, só posso dizer que com esse episódio, enfim, fico ansioso pelo próximo, pois, como todo livro de auto-ajuda, ou pode ser apenas um pastel de vento com ideias desgastadas (Pilot e Acafellas), ou pode resultar em um conjunto de cenas cômicas e cenas marcantes, estimulantes, e nada empáticas (Preggers).

clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

NUP_136341_0002_jpg_300x1000_q85The Office 6×02 – The Meeting (Rainn Wilson, John Krasinski): Não tão bom como a season premiere, esse episódio de The Office derrapou em alguns pontos, mas conseguiu ser engraçado na medida, sem ser brilhante nem péssimo. Talvez eu seja a única pessoa que não gosta do romance entre Jim e Pam, e ver Jim livre de Pam para desenvolver tramas paralelas com Michael e a reunião secreta me fez feliz, mesmo que o contexto em si não foi muito bem aproveitado, e deixou a desejar, assim como a própria Pam com suas insinuações sobre as condições da cerimônia para os colegas de trabalho. A parte boa de The Meeting ficou com Dwight e Toby, que formaram uma dupla divertidíssima, criando um tipo de conspiração para provarem que a lesão de Darryl é fake. Agora é ver como a série segue com Jim e Michael sendo co-gerentes da empresa, uma storyline que promete episódios mais inspirados que esse.

clip_imageclip_imageclip_image

iasipIt’s Always Sunny in Philadelphia 5×02 – The Gang Hits the Road (Charlie Day):Gostei bastante desse episódio de IASIP, pricipalmente por ser um daqueles episódios que fogem um pouco do contexto, quase sempre com uma viagem (alguém lembra de Tree Trippers de Entourage?), mas acabam sendo demais. Esse não foi tão genial como Tree Trippers, mas teve também várias cenas legais. Charlie nunca havia comido uma pêra na vida, e a cena onde ele fica indeciso por não saber por onde começar a comer a fruta foi demais, sendo talvez a cena mais “normal”, porque o que vem depois é de deixar a turma de 30 Rock no chinelo. Cadeiras que servem como fogueira, briguinha com ciclista, Dee dando carona a um cara que fugiu de casa, e no fim, rouba seu carro, e um final que te faz acreditar em todas as sandices que foram apresentadas. Mais um ótimo episódio!

clip_imageclip_imageclip_imageclip_image

boredBored to Death 1×02 – The Alanon Case (Jason Schwartzman, Ted Danson, Zach Galifianakis): Não sei se todo mundo está vendo a mesma série que eu, mas a cada episódio Bored to Death me surpreende cada vez mais! O estilo cômico da série, que se parece bastante com a parceira de emissora Entourage, pode afastar as pessoas que querem assistir uma comédia só para rir de personagens absurdos fazendo coisas absurdas, mas a série da HBO vai além, e consegue dar momentos non-sense sem parecer cafona e nem pender para o ridículo. E ainda por cima Kristen Wiig (sempre ela) dar o ar da graça, como a namorada ciumenta que quer saber se o namorado a trai. Sério, todos os diálogos entre Jennifer e Jonathan no bar foram excelentes, com um ótimo roteiro, e ótimas atuações. Ser da HBO já é meio caminho andado para os Awards, mas digo sem pestanejar que se o ritmo da série continuar assim, não demorará muito para ser indicada. E viva o vinho branco!

clip_imageclip_imageclip_imageclip_imageclip_image

Anúncios

From → Sem categoria

One Comment
  1. Vinícius P. permalink

    Esse episódio de “Glee” foi tudo de bom, mas o próximo consegue ser ainda melhor – principalmente pela presença luminosa da Kristin Chenoweth. “The Office” me divertiu menos que de costume. Ainda não vi o de “Bored to Death”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: