Skip to content

2009 em 10 cenas de Séries Dramáticas

23 23UTC dezembro 23UTC 2009

Pois bem, continuando a saga depois de muito tempo sumido, escolhi (entre tantas mais outras cenas legais) agora 10 cenas dramáticas que me nocautearam durante 2009, um ano… bom. OK, sem mais delongas, que eu já perdi tempo demais:

10) Dexter, “The Getaway”: Tenso do início ao fim, o season finale de Dexter reservou um acontecimento guardado a sete chaves pelos roteiristas e produtores, mas já premeditado por algumas pessoas: a morte de IrRita, que não vai fazer falta nenhuma. Pra falar a verdade, após tanta badalação com o fim da temporada, era uma obrigação a série nos presentear com um fato tão esperado:

9) Breaking Bad, “ABQ”: Para coroar uma temporada impecável da série, nada mais perturbador e instigante que a imagem do ursinho de pelúcia proeminente do catastrófico acidente de avião que Walt presencia com vista privilegiada. Um sinal de que as ações do traficante estão atingindo reações cada vez mais inacreditáveis:

8 ) FlashForward, “Gimme Some Truth”: Não, você não leu errado. Tão imapctante quanto cenas de séries magníficas que me deixaram boquiaberto, FlashForward conseguiu mostrar em uma cena todos os requisitos para se tornar épico, mas ao contrário. Oportunista, indefesa, contraditória e abusada, a cena final de “Gimme Some Truth” foi um soco na cara, uma amostra de como a série é vazia. Enjoy!

7) Friday Night Lights, “Underdogs”: Uma série que se acostumou a reservar momentos marcantes ao longo do tempo, mostrou no penúltimo episódio da terceira temporada sua força narrativa. Reparem, sem se deixar levar pela emoção eminente, os detalhes da redação de Tyra, que é um retrato de talvez, uma temporada inteira:

6) LOST, “The Incident”: Mesmo não sendo um fã entusiasta da série (até acho alguns momentos da série ridículos), quando se trata de fins de temporadas, é preciso tirar o chapéu. Mesmo com uma temporada chata, cheia de cenas confusas e tramas desinteressantes, o fim da minha personagem predileta da série foi de cortar o coração (mesmo que eu ache que o motivo de sua morte foi a coisa mais cafona da temporada):

5) Grey’s Anatomy, “Now or Never”: Nunca subestime a imaginação de Shonda Rhimes. Se puxarmos pela memória a sequência de cenas da Meredith e o Code Black, a própria Meredith entre a vida e a morte, e vários outros casos médicos peculiares de Grey’s Anatomy, veremos o poder de fogo da roteirista em tirar o máximo da emoção de seus telespectadores. Ao final da quinta temporada, uma cena colocada de última hora fez toda a diferença. George e Izzie no elevador, inesquecível, foi mais um insight brilhante de Shonda Rhimes:

4) True Blood, “I Will Rise Up”: Antes de True Blood, eu não tinha a mínima vontade de saber o que acontecia com um vampiro quando ele ia ao sol. As montagens meio pitorescas de filmes antigos me vinham a mente e a vontade se tornava saciada. Saudosismo puro. Porém, a qualidade de True Blood é pegar a bizarrice dos filmes antigos e transformar em momentos belos e singulares. Uma amostra é o que acontece ao vampiro (mala) Godric:

3) John Adams, “Peacefield”: Eu sei que a minissérie é de 2008, e nem concorrendo a mais nada está, mas considerando que eu assisti pela HBO, e foi em 2009, a consideração da cena é plausível. Com interpretações soberbas, a cena em que John se despede da amada Abigail foi além da pura emoção, foi um momento mágico para os dois atores (Paul Giamatti e Laura Linney):

2) Mad Men, “The Gypsy and the Hobo”: Não é novidade para ninguém que Mad Men dispensa comentários sobre seu incrível roteiro e a caracterização sublime do passado dos Estados Unidos através de várias passagens. Na impecável terceira temporada, o embate entre Don e Betty, que descobriu seu maior segredo, reservou uma cena memorável que ficará na memória de qualquer fã como eu:

1) Battlestar Galactica, “Daybreak, Part 2”: Relutei em acompanhar a série em suas primeiras temporadas, por preconceito eu sei, mas não conseguia engolir algumas características de Battlestar Galactica. Pois bem, após a terceira temporada, eu já estava viciado, e até no series finale, demorei para aceitar que nunca mais veria nenhum episódio sequer da série. Até a cena em que Adama se despede de Laura, pois foi ali que eu senti que a série, com muita dor no coração, tinha acabado. E como acabou bem!

Anúncios

From → Listas

2 Comentários
  1. Essa cena de “Battlestar Galactica” é de partir o coração, também está entre meus momentos preferidos do ano. “True Blood” teve minha cena favorita da lista, mas também adorei as sequências de “Mad Men”, “Friday Night Lights”, “Grey’s Anatomy”, “Lost” e “Breaking Bad”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: