Skip to content

Então…

2 02UTC fevereiro 02UTC 2010

Várias coisas pra comentar hoje:

Vamos dizer que “Big Love” começou um pouco reservada. O primeiro episódio foi atribulado até demais, com o show da Chloë Sevigny e muitas coisas pra contar em poucos tempo (e olha que são 50 e poucos minutos), e contando que toda a parte do cassino foi bem improvisada pelo roteiro, “Free at Last” foi um episódio muito bom, mas que poderia ter sido melhor, e o episódio seguinte “The Greater Good”, um episódio muito melhor, onde a morte do Roman Grant foi quase deixada de lado para que as trapalhadas de Bill fossem mostradas. Odeio o Bill. E agora ele quer entrar no senado para… uh… acabar com a perseguição à poligamia. Ah, tá. Mas teve o casamento da Sarah, que foi a coisa mais bonita dos três episódios.

*                                 *                                *

E “24” foi outra série que voltou mas ainda tá sem gás. Não que os episódios tenham sido ruins, longe disso, mas acho que comparando esses 5 episódios com os 5 episódios da temporada passada, pouca coisa aconteceu. E a Renee voltou mas era melhor nem ter voltado. Uma participação especial já tava de bom tamanho, mas agora parece que ela vai ser uma versão mais chata do Tony Almeida na época em que ele era brotha do Jack. E a Starbuck Katee Sackhoff tá ridícula na série, acho que eu nunca vi uma história tão cafona assim na série, tipo, foge do namorado ciumento, é cúmplice de um assassinato, foge do namorado, e vai trabalhar na CTU? Sério?

E o Fred de Scooby-Doo sempre vai ser um péssimo ator, não importa em que série esteja. Nem idade ele tem pra trabalhar na CTU, e ainda quer jogar aquela interpretação manjada de filme B de ação? Mais um que pode morrer e eu não sentirei falta.

*                                      *                                       *

E pra compensar as estreias que não foram lá essas coisas, o piloto de “Caprica” foi demais. Já vi o segundo e deu uma piorada, mas a impressão deixada pelo piloto foi de um novo começo para a saudosa “Battlestar Galactica”.

Embora longo, o piloto nunca decepciona, com diálogos afiados, interpretações incríveis e bastante ação e efeitos especiais de cair o queixo. Zoe, a personagem principal, é ao mesmo tempo carismática e complexa, com seu grupo religioso e seus objetivos. E caso a personagem em si não fosse lá um atrativo interessante, o jovem William Adama protagonizou a cena mais emocionante do piloto, quando ele abraça o pai.

Enfim, é uma maravilha de episódio, e eu realmente não me importei com a queda de qualidade no episódio “Rebirth”, pois tenho certeza que a situação será revertida em um episódio melhor ainda.

Frak!

*                                         *                                         *

Enfim, “Damages”. Uma série que se a qualidade do episódio não compensa, as atuações compensam. E se nem as atuações compensam, o cliffhanger compensa.

Pois bem, pela premiere já dá pra saber qual vai ser o rumo que a temporada vai tomar. Lily Tomlin e Glenn Close vão duelar em todas as cenas em que participarem e a família corrupta do Len Cariou (que falou umas… 5 frases no episódio todo) vai atormentar a vida de Patty. E o mais engraçado de todo o episódio foi a personagem da Lily Tomlin dizendo que “a advogada não é assim tão astuta”. Pobre Lily.O assassinato de Tom também me deixa confuso, mas esse assunto vai ser uma daquelas histórias que só seram clareadas lá pro 10° episódio, e tomara, que com mais imaginação do que foi feito na 2ª temporada.

Mas… o que foi aquela sequência inicial? Quase ridícula, com flashbacks de toda a história com aquela música idiota no fundo. E o que a sequência final? Por um instante eu achei que estavam dando tiros à bala perdida na minha casa, já que os sons altos destoaram por completo da cena final, que foi arrebatadora. Mas com total esperança para o próximo episódio.

E toda vez que eu vejo o Martin Short eu penso que ele vai fazer uma piada. Sério.

*                                             *                                             *

Também, quero deixar minha alegria pela loucura da HBO. Além de “Boardwalk Empire”, “Treme”, “Game of Thorns”, “How to Make It in America (mais conhecido como Entourage 2)” e “The Pacific”, o canal ainda irá:

Ordenar um piloto de uma série que será dirigida pelo David Fincher, com a Charlize Theron, sobre serial-killers. Aí você para e pensa: o cara que fez “Se7en” e “Zodíaco” (filmes sobre serial-killers), vai fazer uma série sobre serial-killers. Com a Charlize Theron no papel principal. E ainda dizem que Aaron Sorkin pode escrever o piloto. Na HBO. Alguma expectativa?

E ainda tem um projeto com o Russell Crowe e a Maria Bello. Então tá bom.

E ainda tem a terceira temporada de “In Treatment”. E a terceira temporada de “True Blood”. E “Bored to Death”. E… “Hung” (ah, vai é legalzinha).

It’s not TV. It’s HBO.

*                                        *                                         *

E hoje tem “o começo do fim”. Fico meio bobo com todo esse frissom com a última temporada de “Lost”, e claro que não vou ficar de madrugada esperando torrent, então boa sorte aos bravos!

*                                      *                                       *

Indicados ao Oscar? Não, obrigado.

Anúncios

From → Sem categoria

3 Comentários
  1. Muitas séries, em? Eu adoro Damages e gostei bastante desse primeiro episódio, acho que a Lily tem o melhor ‘novo’ papel de esposa que encoberta e é o cérebro da família rsr Tomara que a aproveitem mais do que a Gay Harden na temporada passada.
    Da HBO, eu acho que vai surgir a trama que vai derrubar o posto de Mad Men nas premiações. Minha aposta é Boardwalk Empire ou Treme, mas agora esse nova de Fincher…a briga vai ser boa!

    • A Lily Tomlin realmente é a “cabeça” da família. Seu cabelo “Aracy Balabanian style” poderia render uma boa piada do Martin Short rsrs.

  2. Também acho que “24” ainda não se encontrou, mas mesmo assim gostei dos primeiros episódios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: