Skip to content

MSD: 6° LUGAR: Battlestar Galactica (2004-2009)

20 20UTC fevereiro 20UTC 2010

Criador: Ronald D. Moore

Emissora: The Sci-Fi Channel

Citei o filme “Magnólia” no post anterior não por acaso. Jamais me perdoarei de ter visto o filme pela primeira vez só no ano passado, e desde que minha irmã comprou o DVD eu acho que já assisti umas 4 vezes. É difícil o caso de um filme assim, que melhora com o tempo (curto, no meu caso) como “Magnólia”. E hoje, mais do que nunca, o filme é considerado cult. Daqui a algum tempo, talvez, será chamado de clássico, similar ao que aconteceu com meu querido “Crepúsculo dos Deuses”. Dito isso, se preparem, porque daqui a 10 ou 15 anos, quem viu “Battlestar Galactica” estará chamando a série de clássico sem culpa nenhuma. E com total razão.

Desde o início da série (não da minissérie, que foi chatérrima) que foi adaptada da saudosa “Galactica – Astronave de Combate” (que seu eu não me engano, ainda passa toda manhã de domingo na TCM), o criador Ronald D. Moore demonstrou ter olhos de lince, mostrando argumentos interessantes que não eram vistos em todas as outras séries da época, como o avanço da tecnologia, a fé e a política, de uma forma muito original e… digamos, maquiada com vários e vários efeitos especiais.

Mas as qualidades de “Battlestar Galactica” saltam da tela. Não é um fenômeno fora-da-TV como é “Lost”, mas os roteiristas da série tiveram um imenso cuidado em mostrar o dia-a-dia de personagens invariavelmente públicos, como a presidente Laura Roslin e o almirante Adama em um mundo praticamente sem esperança. Tamanho cuidado na composição realista e potente desses personagens de uma forma ou de outra faz pensar no governo atual, ou nas guerras atuais, a comparação é inevitável. Isso pra mim é programa inteligente. Não é querer que os fãs vejam o mundo com outros olhos e viajar nesse “novo mundo”, é fazer com que os fãs mudem o mundo o “velho mundo” de hoje. Se essas mudanças surtiram efeitou ou não, eu não sei, mas que todo mundo vai tirar o chapéu e chamar de clássico, isso vai.

Episódios Prediletos: (3×03/04) Exodus: Partes 1 e 2, (3×20) Crossroads: Part 2, e (4×20) Daybreak: Part 2.

Anúncios
One Comment
  1. Ótima escolha! “Battlestar Galactica” é facilmente uma das melhores séries da década.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: