Skip to content

MSD: 5° LUGAR: Arrested Development (2003-2006)

23 23UTC fevereiro 23UTC 2010

Criador: Mitchell Hurwitz

Emissora: FOX

Eu até concordo com quem não coloca uma comédia em altos patamares em qualquer lista de qualquer coisa (boa, dãh) sobre televisão. É complicado fazer um programa que dificilmente terá 1h de duração, e que caso tenha, estará sempre na corda bamba da audiência, porque até agora TODAS as séries cômicas de 1h que eu me lembre não vingou, nem “Ugly Betty”, que parecia ter um futuro cheio de prêmios, mas perdeu o fôlego. Nessa saga de tentar conquistar um público cativo com um tempo mínimo na TV sem ser uma típica novelinha engraçadinha (=sitcom), “Arrested Development” fez a tarefa hercúlea de selecionar seu próprio público, e fazer banana pra quem não entendia todas as piadas da série, porque não tinha as infâmes gargalhadas do sitcom.

“Arrested Development” pode ser considerada como a antagonista de todas comédia familiar que já existiu, como “Everybody Loves Raymond”, “According to Jim” (eca), ou “Gilmore Girls”. Enquanto nessas séries, por mais desentendimentos que existam entre os membros do clã, no fim tudo se resolve com um abraço e juras de amor. Já na família Bluth, tudo era uma questão de dinheiro e (falta de) educação, tanto de pai pra filho, ou irmão pra irmão, tio, sobrinho, etc. Ninguém fugia de um comentário maldoso, uma piada indecente, ou até uma disputa de atenção.

A um primeiro olhar, assistir “Arrested Development” com a TV não era lá uma tarefa fácil (até porque hoje qualquer piadinha que você não entende, você procura na internet e voilà). Muito entediante pra quem só queria chegar em casa, tirar os sapatos e dar algumas risadas, não?

Pois pra mim era isso o melhor de “Arrested Development”. Além de qualquer piada de qualquer episódio sempre dar certo, as várias pontes que alguns episódios faziam com acontecimentos de episódios anteriores dava a sensação de que nenhuma sequência da série poderia ser desprezada. E isso, por mais contraditório que seja, criou uma afinidade entre fã e série que há muito tempo não se via. Quem estava no barco afundado da série, não queria sair e perder todo o conteúdo cômico que a série tinha. No frigir dos ovos, a série não conseguiu uma audiência muito boa, demorou pra ganhar verdadeiro reconhecimento pela crítica, e foi cancelada de um dia pro outro na terceira temporada. E, desculpa, mas só a picaretagem feita com “Arrested Development” justifica o endeusamento dado a “30 Rock”, mesmo gostando muito de ambas.

Episódios Prediletos: (1×10) Pier Pressure, (2×06) Afternoon Delight, e (3×09) S.O.B.s

Anúncios
2 Comentários
  1. Todo mundo fala bem, eu darei inicio em breve as temporadas!

  2. Thomaz Jr. permalink

    Se essa lista fosse minha, AD seria o primeiro lugar. Acho impecável.

    Alias, AD e Freaks and Geeks são os cancelamentos mais lamentaveis pra mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: