Skip to content

O que ver na próxima temporada (e o que parar de ver)

16 16UTC agosto 16UTC 2010

Steve Buscemi em "Boardwalk Empire"

Steve Buscemi em "Boardwalk Empire"

Eu não gosto de assistir uma série por inércia. Quando uma série começa a encher o saco, eu paro (não antes de eu ver pelo menos 1 temporada da série). Como a fall season que vem por ai estará MUITO boa, decidi largar mão de algumas séries que não me agradavam mais.

A primeira é “Caprica”. Eu queria muito que esse novo projeto dos produtores de “Battlestar Galactica” desse certo, mas a série é muito rasa e não utiliza bem o ótimo elenco (enquanto Eric Stoltz e Esai Morales carregam o roteiro nas costas, me dá pena ver Polly Walker tentar dar alguma profundidade para uma personagem tão retardada). Nem os ótimos efeitos especiais conseguem maquiar as fraquezas da série.

“Brothers & Sisters” e “House” também se incluem aqui. Ambas se tornaram muito irregulares, e quando não traziam episódios sonolentos ou mal-realizados, não conseguiam passar a magia que obtinham há temporadas atrás. Restou episódios-evento, como o “Broken” de “House”, e o “Time After Time” de “Brothers & Sisters”. É uma pena ver excelentes atores como Hugh Laurie, Sally Field e Rachel Griffiths terem seu reconhecimento balançado pela qualidade de suas respectivas séries.

“Spartacus: Blood and Sand” e “Flashforward” já se incluem em outra categoria. São séries muito ruins, com péssimos roteiros, direções, atores e etc, que surgiram com um grande hype em volta e se tornaram verdadeiros fiascos. Até tentei ir mais longe com ambas mas não dá.

Eu não costumo largar fácil uma produção da Showtime, mas “Californication” já vinha mal desde o fim da temporada passada, mas esse ano a coisa piorou, com a trama estagnada em velhas storylines que não levavam a lugar nenhum, personagens novos que não apresentavam nada de especial, além do deterioramento facial de Kathleen Turner, que assustava (e muito).

Por fim, “Desperate Housewives” é outra série que se tornou muito cansativa, e nem mesmo a presença de Vanessa Williams na próxima temporada me anima a ver o que acontecerá em Wisteria Lane (se bem que o gancho da última temporada foi uma bosta, né?). Felicity Huffman é uma das minhas atrizes preferidas na atualidade (passei a adorá-la quando vi “Sports Night”), mas até ela já dá sinais de que não está se esforçando nem um pouco em sua personagem.

***

Agora vamos falar de coisa boa?

“The Big C” (que estreia hoje, por sinal), parece ser a típica série da Showtime com protagonistas mães de família disfuncionais, e talvez a série se limite a isso mesmo, mas só de ter a excelente Laura Linney no elenco, pra mim já é uma obrigação. E olha que ainda tem Oliver Platt, Gabourney Sidibe e Cynthia Nixon.

Já “Terriers” pode não causar impacto pelo elenco, mas já traz uma certa expectativa por ser a nova série dos criadores de “The Shield”, que decidiram se aventurar no ramo da comédia-dramática. Estreia dia 8 de setembro.

“Boardwalk Empire” também entra fácil na minha lista de prioridades. Essa é a grande aposta da HBO para voltar a ganhar tudo nas premiações, e conta com um elenco de peso (Steve Buscemi, Michael Shannon, Michael Stuhlbarg, Kelly MacDonald) além da direção de Martin Scorcese no piloto e praticamente todo o time de roteiristas de “The Sopranos” (acho que só falta o Matthew Weiner). Estreia dia 19 de setembro.

“The Event” e “Hawaii Five-0” são apostas da TV aberta que parecem ser interessantes. A primeira é mais uma tentativa da NBC em emplacar um sucesso de investigação e mistério após o fim de “Lost”, com Zeljko Ivanek e Blair Underwood no elenco. Pode ser mais uma “Flashforward”, ok, mas não custa nada tentar. “Hawaii Five-0” já é uma série que, caso o piloto decepcione, já vai pra lista de desistência, por ser um procedual drama com Daniel Dae-Kim no elenco. E minha pulga atrás da orelha com a série só aumentou quando eu vi que o horroroso ator Alex O’Loghlin está no projeto. Ambas vão ao ar dia 20 de setembro.

Enquanto “Raising Hope” pode me agradar simplesmente por trazer as ótimas Cloris Leachman e Martha Plimpton no elenco, “Running Wilde” é uma das minhas maiores esperanças da fall season, por ser o regresso de Will Arnett que não se firmou depois de “Arrested Development” emcabecando a série que ainda traz seu outro antigo colega de “Arrested Development” David Cross e a eterna felicity Kerri Russell. As duas estreiam dia 21 de setembro.

“Undercovers” é o novo projeto de JJ Abrams e eu não estou com nenhuma ansiedade pra ver, mas é sempre bom dar uma espiada. Dia 22 de setembro é sua estreia.

“Outsourced” vai tapar o buraco da quarta comédia da NBC enquanto “Parks and Recreation” não volta, e tomara que seja mais um acerto do canal. “Shit My Dad Says” marca o retorno de William Shatner a TV e isso já me basta pra colocar a comédia na lista. Ambas estreiam dia 23 de setembro.

E ainda não acabou. “No Ordinary Family” estreia dia 28 de setembro, e vai ser uma mistura de “Heroes” com “Os Incríveis”, com Michael Chiklis, Tate Donovan e (awn) Julie Benz. Sim, eu verei pelo menos 1 episódio de “Law & Order: LA”, que estreia dia 29 de setembro, só por trazer Alfred Molina e Terence Howard no elenco.

E por fim, “Shameless”, que estreia dia 9 de janeiro é mais uma comédia da Showtime sobre uma família disfuncionalzzzZZZzzz, mas que traz de atrativo o ator William H. Macy no papel principal e Allison Janney em participações especiais. Dia 10 de outubro, também na Showtime, estreia “Episodes”, uma comédia pouco comentada que terá Matt LeBlanc em alguns episódios, mas é da Showtime, então merece respeito.

***

Conforme vão chegando as estreias das séries, eu comento mais sobre elas, mas por enquanto é só (!).

Anúncios

From → Sem categoria

2 Comentários
  1. Também deixei de acompanhar “Brothers & Sisters”, não consegui nem terminar a quarta temporada. “House” já tinha abandonado na anterior e pelo jeito fiz certo. “Californication” tá fraquinha mesmo, nem sei se acompanho a quarta. E já me conformei que verei “Desperate Housewives” até o final, mesmo que a série não tenha o mínimo da qualidade de antes. A outra série da temporada que abandonei foi “V”.

    Das novas, quero muito ver “Boardwalk Empire”, “The Big C” e “The Event”.

  2. MUITA expectativa por Boardwalk Empire!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: