Skip to content

Com as mãos no Emmy – Atrizes Principais

25 25UTC agosto 25UTC 2010

Previously on Emmy: Barbadas. Toni Collette (vencedora da categoria cômica por “United States of Tara”), Glenn Close (vencedora da categoria dramática por “Damages”) e Jessica Lange (vencedora da categoria de minissérie ou telefilme por “Grey Gardens”) venceram de forma previsível, e em ambos os casos, não merecidamente. Quem serão as vencedoras esse ano?

Outstanding Lead Actress in a Drama Series:

As indicadas são:

Connie Britton (“Friday Night Lights”, “After the Fall”) – 8,5
Glenn Close (“Damages”, “Your Secrets Are Safe”) – 8,0
January Jones (“Mad Men”, “The Gypsy and The Hobo”) – 9,5
Julianna Margulies (“The Good Wife”, “Threesome”) – 9,0
Kyra Sedgwick (“The Closer”, “Maternal Instincts”) – 10,0
Mariska Hargitay (“Law & Order: SVU”, “Perverted”) – 7,0

Meu vencedor moral: Kyra Sedgwick (“The Closer”)

Faltou: Anna Paquin (“True Blood”)

Quem leva o prêmio: Julianna Margulies (“The Good Wife”)

Mariska Hargitay continua sendo um peso na categoria, e sua submissão, que muitos diziam ser A submissão, é só mais uma avalanche de tramas repetidas e atuações que ultrapassam a canastrice. Hargitay inclusa. Por isso, ela já é carta fora do baralho, assim como as queridas Connie Britton e January Jones.

Longe de mostrarem a canastrice de Hargitay, as duas ótimas atrizes mandaram ótimos episódios como submissão. Connie Britton não teve muito o que fazer nessa temporada de “Friday Night Lights”, então escolheu um episódio básico, enquanto January Jones é mais uma que bebe da fonte de “The Gypsy and the Hobo”, onde ela alcança seu melhor resultado em toda a série. Porém, ambas são indicadas pela 1ª vez em séries que já tinham algum reconhecimento, o que denota uma falta de confiança e renovação por parte dos votantes, o que tem tudo para se repetir agora. A indicação, nesse caso, já é uma vitória.

Glenn Close é sempre front-runner, e até no criticado terceiro ano de “Damages” ela ainda abocanhará alguns votos, mas não acredito em vitória, primeiro pela submissão mandada, que não foi das melhores já que ela ocupa airtime com muitos atores, e principalmente pelo fato do Emmy estar se renovando, e as duas vitórias consecutivas da atriz (merecidíssimas pra mim) são muito contestadas.

Kyra Sedgwick tem um episódio perfeito, e caso os votantes tenham visto a temporada de “The Closer”, a vitória é dela, finalmente. O overdue da atriz é muito grande e entre todas as submissões de toda a premiação, a sua é a melhor. Porém… Julianna Margulies estragou tudo. O hype em torno da atriz é muito grande, e suas vitórias no Globo de Ouro e no SAG Awards são muito expressivas para serem deixadas de lado agora. Seu episódio submetido é ótimo, e a atriz está excelente, aliás, Margulies está excelente em toda a primeira temporada de “The Good Wife”, mas esse ano eu queria muito ver Kyra Sedgwick premiada.

Outstanding Lead Actress in a Comedy Series:

As indicados são:

Amy Poehler, (“Parks and Recreation”, “Telethon”) – 9,5
Edie Falco (“Nurse Jackie”, “Pilot”) – 9,0
Julia Louis-Dreyfuss (“The New Adventures of Old Christine”, “I Love What You Do For Me”) – 8,0
Lea Michelle (“Glee”, “Sectionals”) – 8,0
Tina Fey (“30 Rock”, “Dealbreakers Talk Show #0001”) – 9,0
Toni Collette (“United States of Tara”, “Torando!”) – 9,5

Minha vencedora moral: Toni Collette (“United States of Tara”)

Faltou: America Ferrera (“Ugly Betty”)

Quem leva o prêmio: Edie Falco (“Nurse Jackie”)

A última bicampeã dessa categoria foi Patricia Heaton, em 2000 e 2001, quando ainda fazia “Everybody Loves Raymond”, por isso acho que mesmo Collette submetendo um episódio com uma excelente atuação de sua parte, não acredito que ela irá vencer, o que é uma pena.

Lea Michelle canta e atua de forma segura em “Sectionals”, mas a atriz não está no patamar das outras candidatas, e sua indicação é mais pelo hype de “Glee” do que pelo talento propriamente dito. Porém, “Glee” vem arrasando quarteirões em todas as premiações, então a vitória da atriz pra mim nem seria surpresa.

Já Amy Poehler e Julia Louis-Dreyfuss são ótimas atrizes (Amy Poehler está fantástica em “Telethon”), e mesmo que o fato de suas séries não serem vitoriosas em outras categorias não seja impecílio para vitória (a própria Collette venceu assim no ano passado), as duas, infelizmente, irão sofrer com o novo estilo de atuação imposto pelas séries femininas da Showtime, que já era notório com Mary-Louise Parker (“Weeds”), e só avança com a chegada de Toni Collette, Edie Falco e Laura Linney (“The Big C”).

Tina Fey é uma atriz que possui uma grande série nas mãos, e tira proveito do ótimo roteiro para se destacar também como atriz, o que garantiu dezenas de prêmios a ela desde o começo da série até agora. Até agora. “30 Rock” passou por uma temporada atribulada, e mesmo que a atuação de Tina Fey continue convencendo, seu processo de esquecimento já parece evidente, e pode se acentuar ainda mais na próxima temporada, caso “30 Rock” não melhore.

Sobra então Edie Falco, uma das minhas atrizes prediletas, que está ótima no seu episódio submetido (ela foi inteligente ao mandar o “Pilot” de “Nurse Jackie”), faz o novo tipo da categoria, e impõem respeito só por ter ganhado vários prêmios com “The Sopranos”. Não é a minha escolha ideal, mas não será totalmente injusto.

Outstanding Lead Actress in a Miniseries or a Movie:

As indicados são:

Judi Dench (“Return to Cranford”) – 8,0
Maggie Smith (“Capturing Mary”) – 8,5
Joan Allen (“Georgia O’Keefe”) – 8,5
Claire Danes (“Temple Grandin”) – 9,5
Hope Davis (“The Special Relationship) – 8,5

Minha vencedora moral: Claire Danes (“Temple Grandin”)

Faltou: Romola Garai (“Emma”)

Quem leva o prêmio: Claire Danes (“Temple Grandin”)

Um cenário bem previsível, levando em conta que a ótima minissérie “Emma” naufragou por completo em quase todas as categorias, que tem uma vencedora quase certa. Claire Danes está excelente em “Temple Grandin”, e nem há muito o que dizer das outras concorrentes, que apresentam trabalhos sólidos, mas comuns em relação ao que Claire Danes faz.

Anúncios

From → Premiações

4 Comentários
  1. Ana permalink

    Mariska Hargitay é uma atriz fantástica e estou torcendo por ela. Aliás, tudo que Mariska faz é perfeito.Nesta 11ª temporada de SVU, os cinco últimos minutos do episódio nº 13, denominado PC, já valeriam para Mariska um Emmy.Ela simplesmente arrasou. Nao é a toa que ela tem um Emmy, um Globo de Ouro e mais um monte de indicações. Valeu Mariska, e mesmo que voce não ganhe, seus milhares de fãs espalhados no mundo sempre estarão do teu lado.

  2. Ótimas análises. De fato as três indicadas como vencedoras parecem mesmo serem escolhas feitas – infelizmente. Já que também queria vê a Kyra ou a January vencendo. Eu gosto da Falco (inclusive estou começando agora Sopranos), e também queria ela vencendo – ainda que eu goste bastante da Poehler e Lea.

  3. Vinícius P. permalink

    Também aposto nas três para essas categorias. Julianna Margulies e Claire Danes são praticamente certezas, enquanto nas atrizes de Comédia a disputa parece estar entre Falco e Collette – e como eles não gostam de repetir prêmio nessa categoria…

  4. Alex permalink

    Alô Vinicius,

    Existe também blogueiro canastrão. Voce é o vencedor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: